.
A Chardonnay é conhecida como rainha das uvas brancas
A Chardonnay é conhecida como rainha das uvas brancas

A Chardonnay é uma uva internacional conhecida como “rainha das uvas brancas” por ter se adaptado bem quase todos os países do mundo. Pode ser descrita como uma uva não muito aromática e, por isso, as técnicas utilizadas tanto no vinhedo como no processo de produção da vinícola podem influenciar muito o seu sabor tornando o vinho mais ou menos amenteigado, por exemplo. Esse Columbia Crest 2015, trazido para o Brasil pela Winebrands, é um ótimo exemplo de um Chardonnay bem trabalhado. Na verdade, ele é fermentado em barrica de carvalho e depois estagia nove meses em barricas francesas e americanas. Ele é um vinho da sub-região de Columbia Valley que fica em Washington State e é um exemplar típico de Chardonnay Americano, ou seja, é bem volumoso em boca e possui muita untuosidade. No nariz mostra notas de frutas cítricas com manteiga. Na boca, apresenta maçã,  pera, defumado, muita manteiga e um pouco de nozes. Também mostra toques de baunilha. Tem boa acidez, e persistência.

Columbia Crest 2015: vinho com muita personalidade

Sem dúvidas é um vinho de muita personalidade, e tem o seu público certo. Quem prefere um vinho mais refrescante certamente não se encantará por esse Chardonnay que é mais musculoso, aparentando quase um tinto. Eu, particularmente, adoro os vinhos à base de Chardonnay e gosto também das suas variações. Com relação a esses Chardonnays mais amadeirados só tenho a dizer que, de modo geral, não devem ser bebidos muito frequentemente, pois tendem a se tornar enjoativos. No entanto, apreciar esse vinho eventualmente certamente é um enorme prazer. Esse custa R$126,00, um excelente preço tendo em vista ser um vinho americano de excelente qualidade.

Para harmonizar sugiro queijos semiduros, como os edam ou gouda, que têm sabor levemente adocicado e amendoado.

Comentários

comentários

Close