.
Colheita 2017: excelente, segundo enólogo italiano da Bueno Wines
Colheita 2017: excelente, segundo enólogo italiano da Bueno Wines

Uma colheita excelente, resultado de condições climáticas favoráveis que beneficiaram todas as castas produzidas na Bellavista Estate. É este o veredito do italiano Roberto Cipresso, enólogo chefe da Bueno Wines, para a vindima, a tradicional colheita de uvas, que acontece neste momento na campanha gaúcha. “O clima influenciou de forma positiva o resultado da colheita, a temporada foi melhor do que a do ano passado. As chuvas se concentraram na primavera, época em que as plantas mais precisam receber água”. Cipresso, responsável direto pelos vinhedos da Bellavista, observa que as altas flutuações de temperatura entre dia e noite favoreceram a maturação e a definição dos taninos. “As bagas terão peles mais grossas, assim produziremos vinhos tintos mais estruturados e duradouros”, diz o winemaker.

Normalmente, a colheita começa no final de fevereiro para as uvas que farão o vinho espumante, e termina nos primeiros dias de abril com a Cabernet.  O agrônomo da Bueno Wines, Edvard Kohn, explica que o verão gaúcho este ano veio forte, com temperaturas muito altas, antecipando o clima para as variedades tintas em 10 dias. Assim a colheita de 2017 começou um pouco mais cedo: iniciou-se dia 10 de janeiro com a vindima da Pinot Noir, uva base para os espumantes Bueno Cuvée Prestige Brut e Bueno Bellavista Desirée Brut Rosé.

Na sequência serão colhidas as variedades Sauvignon, Merlot e Petit Verdot. A Bueno Wines planeja concluir a colheita por volta de 15 de março com a Cabernet Sauvignon. Essas uvas são para elaboração dos vinhos Bellavista Estate Sauvignon Blanc, Bellavista Estate Pinot Noir e Bueno Paralelo 31. “Os vinhos desta safra chegarão ao consumidor cerca de dois anos após a colheita – um ano para o envelhecimento em barricas de carvalho francês e um ano para o envelhecimento nas garrafas. Estes vinhos estarão disponíveis para consumo no inverno de 2019, o que geralmente acontece em agosto”, explica Roberto Cipresso.

Sobre a Bueno Wines

Roberto Cipresso e Galvão Bueno
Roberto Cipresso e Galvão Bueno

Criada por Galvão Bueno, a Bueno Wines hoje produz sete rótulos: tinto Bueno Paralelo 31, espumante Bueno Cuvée Prestige Brut(27º lugar na lista dos 100 melhores espumantes na nona edição do “Challenge Internacional Euposia” realizado na Itália), Bellavista Estate Pinot Noir (premiado com Medalha de Ouro no Concurso Mundial Bruxelas-Brasil 2014), Bellavista Estate Sauvignon Blanc e oBueno Bellavista Desirée Brut Rosé.

E os italianos, produzidos na região da Toscana, frutos de uma parceria com o winemaker italiano Roberto Cipresso, Bueno La Valletta, Sangiovese e Bueno-Cipresso Brunello di Montalcino (o Bueno-Cipresso Brunello Di Montalcino Riserva 2004 foi eleito como Melhor Tinto de 2014, com 95 pontos, na lista dos TOP 100 da revista Adega).

Comentários

comentários

Close