.
Sede da Vinícola Luiz Argenta, situada em Flores da Cunha (RS)

Não é à toa que a Luiz Argenta estampa em seu site que é considerada uma das mais belas do Brasil. Realmente, quem já teve a oportunidade de conhecer o local sabe o quanto tudo por lá é bonito, charmoso e, sobretudo, marcado pela modernidade. Eu já conhecia o lugar, mas amei poder voltar lá. A primeira vez que visitei o local foi durante o curso de Sommelier Fisar,  quando a Luiz Argenta foi apresentada aos alunos como um bom exemplo de vinícola boutique, ou seja, de estilo familiar e pequena.

A Luiz Argenta fica cerca de uma hora do Vale dos Vinhedos e é um destino imperdível para os apreciadores de Enoturismo.
A Luiz Argenta fica distante cerca de uma hora do Vale dos Vinhedos e é um destino imperdível para os apreciadores de Enoturismo.

A Luiz Argenta fica em Flores da Cunha-RS, situada praticamente dentro da cidade,  e a despeito de estar distante cerca de uma hora do badalado Vale dos Vinhedos é, sem dúvidas, uma vinícola que merece ser conhecida por quem aprecia enoturismo.

A vinícola nasceu em 1999 e é um dos braços dos negócios da família Argenta que é dona de uma rede de postos de gasolina no sul do país.
A vinícola nasceu em 1999 e é um dos braços dos negócios da família Argenta que é dona de uma rede de postos de gasolina no sul do país.

História

A vinícola nasceu em 1999, quando os irmãos Deunir e Neco, filhos de Luiz Argenta, tiveram a oportunidade de adquirir as terras da antiga Granja União. Nessa época, a família Argenta, cujo maior empreendimento é no ramo de postos de gasolina,  não tinha tradição na área vitivinícola, mas o local onde no futuro viria se tornar sede da Luiz Argenta, já era histórico e conhecido por ter recebido as primeiras vitis viníferas no Brasil. Atualmente, a vinícola possui cerca de 140 hectares de área total, com 55 hectares de vinhedos próprios onde são produzidos 17 variedades de uvas.

140 hectares de área total, com 55 hectares de vinhedos próprios onde são produzidos 17 variedades de uvas
LA: 140 hectares de área total, com 55 hectares de vinhedos próprios onde são produzidos 17 variedades de uvas

Visita à Luiz Argenta

Fui  visitar a Luiz Argenta pela segunda vez acompanhada de alguns colegas que foram jurados durante o Brazil Wine Challenge ( relembre aqui) e quem  fez questão de nos receber foi o próprio Deunir Argenta, que contou um pouco da história da vinícola pra nós. O enólogo de lá, Edegard Scortegagna, que é  também presidente da Associação Brasileira de Enologia – ABE, foi quem apresentou as instalações, falou das técnicas e também dos vinhos produzidos, além de nos conduzir em uma deliciosa degustação. Nem preciso falar que tivemos um atendimento super especial, não é mesmo? Tanto Deunir como Edegard foram super atenciosos e simpáticos. 🙂

Eu e Deunir Argenta, o próprietário da vinícola fez questão de receber a equipe de especialistas em vinho que participou do Brazil Wine Challenge 2018
Eu e Deunir Argenta, o próprietário da vinícola fez questão de receber a equipe de especialistas em vinho que participou do Brazil Wine Challenge 2018
Edegard Scortegagna, enólogo da Luiz Argenta e presidente da Associação Brasileira de Enologia.
Edegard Scortegagna, enólogo da Luiz Argenta e presidente da Associação Brasileira de Enologia.

Bem, uma das coisas que descobri nesta segunda visita é que o moderno projeto da vinícola é assinado pela arquiteta brasileira, Vanja Hertcert, de Bento Gonçalves, e que lá a cantina foi projetada para que todo o processo de vinificação utilizasse a gravidade.  Além disso, pude ver de perto que a vinícola conta com modernos equipamentos de vinificação e uma grande quantidade de barricas de carvalho.

Modernos equipamentos de Vinificação integram a Luiz Argenta
Modernos equipamentos de Vinificação integram a Luiz Argenta
Gyropalletes para auxiliarem no processo de produção de espumante champenoise

E por falar em barricas, detalhe  muito curioso: na Luiz Argenta o vinho estagia em barris ao som de Tom Jobim. É algo bem interessante de se ver (e de ouvir, rsrsrs)

Cave da Vinícola Luiz Argenta: Tom Jobim para os vinhos repousarem nas barricas
Cave da Vinícola Luiz Argenta: Tom Jobim para os vinhos repousarem nas barricas

Outro aspecto que torna a Luiz Argenta diferente das demais vinícolas brasileiras são suas garrafas. Com design bem contemporâneo muitas chamam atenção no mercado por fugir do convencional. A maior parte delas vem da Itália.

Garrafas diferenciadas da Luiz Argenta chamam atenção

A vinícola conta também com uma grande variedade de vinhos que abrange desde o mais leve e frutado ao mais encorpado. Os vinhos estão divididos em três classes:: LA JOVEM, LA e LUIZ ARGENTA.

vinhos de vários estilos – do mais leve frutado ao mais encorpado

Degustação

Numa sala especial de degustação, tivemos a oportunidade de provar vários vinhos da Luiz Argenta. No entanto, vou destacar aqui o Luiz Argenta Merlot Uvas Desidratadas 2009 – um vinho maravilhoso elaborado pela mesma técnica do Amarone, ou seja, emprega o apassimento (passificação). Para fazer o Uvas Desidratadas são selecionados 1500 quilos de uvas  que passam pela desidratação em telas organizadas no sótão do Casarão de 1931 existente na propriedade, permanecendo ali por 43 dias.

Casarão de 1931 ao fundo, onde hoje é feito o Merlot Uvas Desidratadas
Casarão de 1931 ao fundo, onde hoje é feito o Merlot Uvas Desidratadas
Sótão do Casarão onde as uvas são desidratadas
Sótão do Casarão onde as uvas são desidratadas

Ao final da desidratação chega-se a 1000kg de uva e inicia a vinificação de forma tradicional. Em seguida, o vinho estagia por três anos em barricas de carvalho de segundo uso, gerando 600 garrafas com 16% de teor alcoólico. Como o vinho é algo bem excepcional e a quantidade limitada, o preço dele também não é muito acessível: R$350,00. Por ser uma raridade (e delicioso também!!!) vale o investimento!

Restaurante Clô

Quem visita a Luiz Argenta não pode deixar de conhecer o restaurante do local: Clô Restaurante, que tem esse nome em homenagem a Clorinda Argenta, matriarca da família e esposa de Luiz Argenta. O local é pequeno, aconchegante e tem uma bela vista para os vinhedos e para a cidade.  Sem dúvidas, é um lugar perfeito para almoçar com tranquilidade. O restaurante funciona de terça a domingo, das 12h às 15h, e cobra um preço fechado por pessoa (em torno de R$99,00) para um menu com couvert, salada, entrada, prato principal e sobremesa.

Coxa de Pato Confit ao molho de vinho licoroso com purê de batatas
Coxa de Pato Confit ao molho de vinho licoroso com purê de batatas

 

Petit Gateau Especial
Petit Gateau Especial

Enfim, fui duas vezes na Luiz Argenta e pretendo voltar. A vinícola é realmente linda, possui muitos vinhos especiais (experimente o Chardonnay LA Clássico deles também!!!) e bastante acolhedora. Recomendo o passeio 🙂

Luiz Argenta Visitas

Visitas todos os dias às 10h, 14h, 15h, 16h

A visita têm duração de 1 hora e inclui um tour guiado pela estrutura da vinícola; degustação de quatro vinhos e uma taça exclusiva de recordação

Valor: R$40,00

Agende aqui

Fotos: Guilherme Penchel/ Edição: Cláudio Cabrito

Veja mais fotos em Facebook

Comentários

comentários

Close