Alma Negra 2010 – Mistério argentino bem interessante

Um vinho argentino excelente - Alma Negra 2010Experimentei o argentino Alma Negra 2010 durante um jantar com amigos em um restaurante em Brasília. A sugestão veio do sommelier do estabelecimento que recomendou o vinho para acompanhar um ojo del bife – um macio e delicioso miolo de contrafilé argentino. Já tinha ouvido falar muito bem desse vinho, mas nunca o havia experimentado e confesso que gostei muito da experiência. O Alma Negra é elaborado pela Tikal, do argentino Ernesto Catena, filho do reconhecido produtor Nicolas Catena Zapata. O vinho é elaborado na região de Mendoza, mas nem as castas utilizadas e nem a proporção do blend (mistura) são reveladas pelo produtor, o que confere uma aura de mistério à bebida e a faz ainda mais interessante, eu confesso. O Alma Negra da safra 2010 possui coloração rubi intensa e bastante persistência no nariz e na boca. Frutas negras e frutas vermelhas maduras são reveladas já no primeiro momento. Também é perceptível um ligeiro aroma de madeira. No paladar, apresenta-se encorpado, com média acidez e persistência longa. No restaurante, o Alma Viva 2010 custa cerca de R$120,0o. Preço elevado, mas muito bom quando dividido por quatro pessoas. Também é possível encontrar a bebida em algumas lojas especializadas e na internet entre R$85,00 a R$95,00.


Avalie você também
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Total de votos:1
Nota do público: 5,00 de 5
Loading ... Loading ...

Critérios de Avaliação

As avaliações são feitas utilizando parâmetros das técnicas sistemáticas de prova da WSet - Nível 2 e da ABS - Nível Avançado. As classificações "para o dia a dia", "para ocasiões especiais" e "para ocasiões muito especiais" se baseiam em custo: baixo (até R$60,00) para o primeiro; médio (de R$61,00 a R$120,00) para o segundo e elevado (acima de R$120,00) para o terceiro.

Compartilhe com seus amigos

O que você achou deste artigo?