.

Devido ao Covid-19, as companhias aéreas têm operado com menor número de voos. Isso está fazendo com que sobre muita bebida das companhias aéreas. Por isso, de acordo com a matéria da CNN, a American Airlines espera vender e despachar parte do excesso de vinho diretamente para a casa das pessoas.

A empresa disse que criou o programa chamado American Airlines Flagship Cellars, que dará aos clientes a chance de comprar as garrafas de vinho, em caixas personalizadas, ou contratar um plano de assinatura mensal que custará US$ 99 por mês.

As garrafas da American Airlines variam de US$ 13 a US$ 40, e a oferta mais cara é de um pacote de três garrafas de champanhe de US$ 300.

Já a assinatura mensal de US$ 99 dará aos clientes acesso a uma remessa de três rótulos, além de duas milhas AAdvantage para cada dólar gasto.

As garrafas de vinho são as que são servidas a clientes que compraram assento de luxo em voos internacionais.

A American registrou um prejuízo líquido de US$ 3,6 bilhões (!!) de acordo com seu último relatório e não espera que as vendas de vinhos diminuam muito suas perdas. Na verdade, a expectativa é que o novo programa gere receita de algo entre US$ 40 mil e US$ 50 mil durante os primeiros três meses do ano, disse um porta-voz da American Airlines em um e-mail citando a diretora de clientes da empresa, Alison Taylor.

“Embora a receita seja importante, a Flagship Cellars é mais uma forma de estabelecer vínculos com os clientes, mesmo quando aqueles que não estão viajando conosco no momento”, disse. “Isso também dará a eles uma amostra do que podem desfrutar nos assentos Flagship First ou Flagship Business.”

Close