.

Existem duas expressões muito utilizadas no mundo dos vinhos e que podem ser aplicadas de acordo com a natureza dos vinhos escolhidos para serem apreciados durante uma degustação. São as famosas degustação vertical e horizontal. Mas, você sabe qual a diferença entre uma e outra? A explicação é simples, porém merece um pouquinho de atenção.  Vamos lá:  uma degustação vertical é aquela em que são apreciadas várias safras do mesmo vinho. Normalmente, os vinhos são apreciados da safra mais nova para a mais antiga, mas há quem prefira fazer o contrário. Leia o post sobre a vertical do nacional Lote 43 (safras 2002,2005,2008 e 2011) e sobre a vertical do português Pêra Manca (98,2001, 2003, 2005, 2007, 2008). O interessante nesse tipo de degustação é que nela pode-se perceber como foi a evolução do vinho e notar o que mudou  a cada safra.

Degustação Vertical - Safra diferente e mesmo produtor
Degustação Vertical – Safra diferente e mesmo produtor

Já uma degustação horizontal é aquela em que os vinhos degustados são de uma única safra, mas provenientes de várias vinícolas; geralmente, na horizontal, os vinhos são também da mesma variedade de uva e até da mesma região. Ela acontece, por exemplo, quando são degustados váriosCabernet Sauvignon 2011 do Vale Maipo (Chile) produzidos por vinícolas diferentes. O objetivo da horizontal é poder comparar as diferenças nos métodos de vinificação ou as qualidades das uvas empregadas na elaboração dos vinhos.

Na degustação horizontal, os vinhos são da mesma safra, mas de produtores diferentes.
Na degustação horizontal, os vinhos são da mesma safra, mas de produtores diferentes.

Para as degustações com temas menos disciplinados, não há nomes específicos.

Comentários

comentários

Close