.
Sabe o que é vinho Crianza?
Exemplares de qualidade de vinhos “Crianza” – Rioja, Ribera del Duero e Somontano

O termo “Crianza”, encontrado em alguns dos rótulos dos vinhos espanhóis, ainda causa muita confusão. Ao contrário do que muitos imaginam, a palavra não está relacionada à jovialidade do vinho (não tem nada a ver com criança). Na verdade, em espanhol, Crianza quer dizer processo de envelhecimento ou maturação. Assim, quando encontramos a palavra estampada nos rótulos dos vinhos da Espanha significa dizer que a bebida envelheceu 24 meses antes de ser comercializada, tendo estagiado, no mínimo, seis meses em barrica de carvalho.  E o que isso representa? que é um vinho mais elaborado e que, por ter amadurecido em contato com a madeira, ganhou mais complexidade de aromas e sabores quando comparado a vinhos que não passam por este estágio.

Crianza de Rioja e de Ribera del Duero –  Em algumas regiões espanholas, com legislações mais rígidas na área da produção vinífera, para que os vinhos sejam Crianzas, eles necessitam de um ano em barrica de carvalho. Quando provenientes desses locais, esses vinhos apresentam ainda mais aromas e sabores – é o caso dos vinhos de Rioja e de Ribera del Duero, regiões mais importantes do vinho espanhol.

Degustando vinhos Crianza
Degustação de vinhos Crianza importados pela B-Cubo Wine Importer

Degustação de Crianzas – Em recente degustação realizada pela B-Cubo Wine Importer, especializada em distribuir vinhos espanhóis de qualidade no Brasil, tive a oportunidade de degustar três vinhos Crianza de  qualidade ao lado de renomados sommeliers, colunistas de vinho, enófilos e do empresário Carlos Valério Borges, responsável pela importação. Sem dúvida, excelentes representantes dos Crianza e boas sugestões para quem pretende entender, na prática, um vinho com essa denominação. (Para adquiri-los basta clicar aqui ou enviar e-mail para carlos.borges@b-cubo.com).

Confira o que, de modo geral, achei dos vinhos degustados. As dicas de harmonização são de Carlos Valério Borges:

Degustando um crianza Laus
Um Crianza de Somontano

Laus Crianza 2007 (R$97) – um vinho produzido em Somontano com a mistura de Merlot e Cabernet Sauvignon. Crianza que passou oito meses em barricas de carvalho. Achei esse vinho, o mais gastronômico dos três apreciados na noite. Muito fácil de agradar quem conhece muito ou pouco do assunto.Por sua boa acidez e taninos finos é de fácil harmonização e acompanha massas com molhos à base de tomate e carnes com molhos.

Solar de Líbano Crianza
Um Crianza de Rioja – Solar de Líbano

Solar de Líbano Crianza 2009 (R$69) – O melhor dos três vinhos, na minha opinião. Produzido em Rioja e é um corte (mistura) da tradicional uva espanhola Tempranillo (97%), com Garnacha  e Graciano(3%). Crianza que passou 18 meses em barrica de carvalho.  Pode ser classificado como um “Rioja contemporâneo” pois, diferente de muitos vinhos daquela região, a bebida apresenta um sabor muito sutil de madeira que não se sobrepõe ao das frutas vermelhas. É equilibrado, saboroso e persistente em boca pronto pra agradar paladares mais exigentes. Ideal para acompanhar carne vermelha como chorizo e ancho.

Nuestro degustação de crianzas espanhóis
Nuestro – Um Crianza de Ribera del Duero

Nuestro (R$146) – Elaborado com Tinta del País, também conhecida por Tempranillo. Esse Crianza estagiou por 18 meses em barrica de carvalho francês. É um vinho de Ribera del Duero no estilo clássico da região – frutas negras maduras, chocolate e especiarias. Agrada a diversos paladares e harmoniza muito bem com carnes de caça, pois possui um toque de couro que faz frente a este tipo de carne.

Além da denominação Crianza, na Espanha também existem as denominações Joven, Reserva e Gran Reserva, que explicarei em outros posts.

Comentários

comentários

Close