.

Dia desses fui convidada para participar de um grupo enogastronômico que reúne jornalistas, enófilos, empresários, chefs de cozinha e organizadores de eventos de Brasília. A proposta do grupo é simples: ampliar os contatos entre os participantes com reuniões à base de vinhos, comida e boas conversas. As regras: alguém cede o espaço; cada integrante leva um rótulo para compartilhar com os demais; a cada encontro, um se voluntaria para elaborar e preparar o cardápio e todos ajudam na organização e limpeza do ambiente. Ao final do evento, os custos são levantados (com exceção dos vinhos) e rateados entre os participantes, possibilitando a todos uma noite agradável, com bons vinhos, boa comida e valor excelente (entrada, prato principal e sobremesa tem custado, em média, R$35 por pessoa com direito a bis).

Reuniões sempre regadas à base de bons vinhos e boa comida.
Reuniões sempre regadas à base de bons vinhos, boa comida e a preço justo.

Vinhos variados – No primeiro encontro, cada um dos participantes levou um vinho de sua preferência e a reunião aconteceu com muita conversa boa e gargalhadas. Não houve rigor técnico durante a degustação dos vinhos, mas, sempre que possível, alguém de forma descontraída manifestava sua opinião sobre o rótulo degustado. Quem foi teve a oportunidade de apreciar diversos estilos de vinho (das mais variadas faixas de preço, uvas e regiões) que variaram de frescos e aromáticos espumantes nacionais – a exemplo do Dom Brut Rosé – a encorpados e tânicos, como o Château Vachon de Saint Emilion (Bordeaux).

Quem foi teve a oportunidade de apreciar diversos rótulos (das mais variadas faixas de preço, uvas e regiões) que variaram de frescos e aromáticos espumantes nacionais a encorpados e ligeiramente tânicos
Quem foi teve a oportunidade de apreciar diversos rótulos (das mais variadas faixas de preço, uvas e regiões) que variaram de frescos e aromáticos espumantes nacionais a encorpados e ligeiramente tânicos

Harmonização – Não houve rigidez com a harmonização durante a noite, mas todos foram unânimes em combinar o delicioso prato principal – risoto de tangerina com bacon e queijo gouda – com uma taça do maravilhoso rosé de Provence Vaint Vidoine. Também harmonizei o risoto com o delicioso e intenso “Irmãos Rosé” do Douro e ficou sensacional. O menu foi preparado por César Santos, um dos organizadores do evento Brinda Brasil, que se revelou um excelente Chef de cozinha.

Risoto de tangerina com bacon e queijo gouda - preparado pelo Chef revelação César Santos - harmonizado com um rosé de Provence.
O Risoto de tangerina com bacon e queijo gouda – preparado pelo “Chef revelação” César Santos –  foi harmonizado com o rosé de Provence

Continuidade – O segundo encontro seguiu a fórmula do primeiro: cada um levou seu vinho e um dos integrantes foi para a cozinha mostrar seus dotes culinários. Dessa vez, o evento aconteceu na casa de uma das integrantes do grupo, a Rachel Alves que, é a presidente da Confraria Amigas do Vinho (Seção DF).

O segundo encontro foi realizado na casa de Rachel Alves, presidente da Confraria Amigas do Vinho (Seção DF): noite agradável.
O segundo encontro foi realizado na casa de Rachel Alves, presidente da Confraria Amigas do Vinho (Seção DF): noite agradável.

Menu requintado – A preparação da comida ficou a cargo da Chef Renata Mandelli, conhecida em Brasília por produzir geleias, manteigas e antepastos maravilhosos, que contou com o apoio de César Santos, e preparou um cardápio super requintado para o evento.

IMG_5357
A preparação da comida ficou a cargo de Renata Mandelli, conhecida em Brasília por suas geleias, manteigas e antepastos maravilhosos, que contou com o auxílio de Cesar Santos. Chefs maravilhosos!!!
Bruschettas de sweet grape, alho e manjericão e de pesto e cottage. Os detalhes fazem a diferença.
A entrada: bruschettas de sweet grape, alho e manjericão e de pesto e cottage. Os detalhes fizeram a diferença.
Tagliatelle com trio de cogumelos frescos e grana padano: prato principal.
Tagliatelle com trio de cogumelos frescos e grana padano: prato principal.
Compota de pêssegos frescos com calda de especiarias e sorvete de fior di latte: sobremesa.
Compota de pêssegos frescos com calda de especiarias e sorvete de fior di latte: sobremesa.

Novidades da Salton – Durante o encontro foram degustadas as três novidades da Salton recentemente apresentadas no programa Winebar  (confira post específico aqui): o espumante Salton Poética Rosé, o branco Salton Paradoxo Gewurztraminer e o tinto  Salton Intenso Marselan/Teroldego,  além de  outros deliciosos rótulos.

Vinhos da Salton  do Winebar
Na oportunidade, foram degustadas as novidades da Salton que também foram apreciadas no Winebar deste mês.

Fica a dica – Como boas ideias existem para serem seguidas, se você ama vinho e boa comida, reúna um grupo de enófilos e sugira aos participantes algo parecido. Muitas confrarias surgiram assim (ver post). Afinal, comer, beber e conversar e só começar, não é mesmo? Para que a reunião fique ainda melhor é importante evitar falar mal de pessoas, de política e de religião (#ficadica).

Confira as fotos da última reunião no Facebook do Blog Vinho Tinto.





Comentários

comentários

Close