.
Recepção OIV1 Divulgação - Cópia
Jean Marie, Paulo César de Oliveira Campos, Monika Christmann, Helder Borges, Regina Vanderline e Carlos Paviani oficializaram convite aos delegados da OIV

A Embaixada do Brasil na França promoveu uma recepção aos delegados e membros da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) na noite da última sexta-feira (15), em Paris. O objetivo do evento foi oficializar o convite para que participem do 39º Congresso Mundial da Vinha e do Vinho, que será realizado no Brasil de forma inédita, entre os dias 23 e 28 de outubro, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

Durante a semana, a secretária científica da Subcomissão de Métodos de Análise da OIV, Regina Vanderlinde, apresentou 19 metodologias analíticas para o suco de uva aos integrantes do Comitê de Enologia da entidade. Os métodos garantem o controle de qualidade e permitem diferenciar o produto de outros sucos de frutas. Para isso, foi formado um grupo de trabalho que será coordenado pelo Brasil, com a participação de membros da Argentina, Espanha, França e Áustria. O objetivo é a elaboração de regulamentos internacionais, no âmbito da OIV, para o suco de uva em suas diferentes formas: integral, reconstituído, néctar, bebida de uva, refresco, entre outras. “A formação deste grupo e a participação de países importantes no cenário vitivinícola mundial demonstra o interesse crescente pelo produto”, resume o diretor executivo do Ibravin, Carlos Paviani.

Recepção OIV2 Divulgação - Cópia

Durante a semana também foram debatidos temas que serão aprofundados no Congresso, no mês de outubro. Paviani ressaltou a preocupação dos participantes com assuntos ligados à sustentabilidade da cadeia produtiva, com as mudanças climáticas que interferem na produção e elevam custos e preços, além de temas específicos que serão lavados para o congresso, como o emprego da tecnologia, a cultura do vinho em países em desenvolvimento na atividade e os desafios de mercado.

Além de Paviani e Regina, participaram da recepção o embaixador do Brasil na França, Paulo César de Oliveira Campos, o diretor geral da OIV, Monika Christmann e Jean Marie Aurand, respectivamente, e o coordenador Geral de Vinhos e Bebidas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento  (MAPA),  Helder Moreira Borges.

Close