.
 

Fachada da Vinícola Torcello
Fachada da Vinícola Torcello

A menor vinícola do Vale dos Vinhedos chama-se Torcello e visitá-la é uma experiência muito interessante para conhecer de perto como é realizado o processo de elaboração de vinhos de ótima qualidade, de maneira tão artesanal. O local é pequeno, mas a simpatia e a atenção da Luciana Valduga e do Rogério Valduga, proprietários do estabelecimento, fazem toda a diferença.

A visita oferecida pela Torcello é gratuita e não precisa ser agendada. Inicia com uma explicação de 30 minutos sobre todo o processo de elaboração do vinho. Luciana, responsável pela condução da visita, dá uma verdadeira aula de vinhos de forma bem didática, o que atrai aqueles que não entendem nada do assunto e agrega informações importantes aos mais entendidos. Fiquei realmente encantada com a maneira que a visita foi conduzida no local.

Uma máquina de quase 60 anos de idade é usada para inserir as rolhas nas garrafas
Uma máquina de quase 60 anos é usada para inserir as rolhas nas garrafas

A Torcello é a típica “vinícola boutique“, aquela pequena e simples, mas cujo objetivo é o de primar pela qualidade dos seus produtos.  Anualmente são feitas 10 mil garrafas de vinhos tintos, 15 mil de espumantes e 30 mil de sucos de uva, tudo de forma artesanal, mas controlada. Uma das coisas que mais me chamou a atenção na Torcello foi a maneira como são inseridas as rolhas em cada garrafa.  O processo é realizado manualmente com o auxílio de uma máquina de aproximadamente 60 anos, só o fato de ver de perto essa verdadeira relíquia funcionando valeu minha ida ao local.

Após a visita e as explicações, fui juntamente com o grupo do qual fazia parte – éramos cinco pessoas –  à degustação, que também é oferecida de forma gratuita. Tive a oportunidade de experimentar os dois espumantes produzidos na casa – um Moscatel e um Brut e, também, os vinhos Merlot, Cabernet Sauvignon e Tannat da casa. Esse último inclusive, da safra 2012, foi o que mais me agradou – muito bem estruturado, persistente e equilibrado e a um preço bastante acessível – R$40,00. Também experimentei a grappa, destilado da casca da uva, e o suco de uva Torcello: tudo uma delícia!
Equipe do Blog (eu e Guilherme à dir.) muito bem recebidos por Rogério e Luciana Valduga
Equipe do Blog (eu e Guilherme Penchel à dir.) muito bem recebida por Rogério e Luciana Valduga

No final da visita,  fui presenteada pelo Rogério Valduga com uma garrafa do vinho mais especial da vinícola que custa R$75,00. É um Merlot da safra 2012, produção limitada de apenas 1500 garrafas. Esse vou degustar com calma e colocar minhas avaliações no blog: aguardem!

A vinícola Torcello fica localizada bem no início do Vale dos Vinhedos. Quem quiser saber mais e até adquirir os produtos do local, deve entrar na página da Torcello na Internet pelo endereço www.torcello.com.br.
Close