.
11748562_875533495862460_578354906_n
Jantar Harmonizado com vinhos da Quinta da Plansel promovido pela Decanter

Gosto muito dos vinhos portugueses e sempre que participo de degustações com esses vinhos descubro novidades. Em evento promovido pela Enoteca Decanter de Brasília para apresentar os vinhos da Quinta da Plansel (pequeno produtor do Alentejo, da sub-região de Évora) não poderia ter sido diferente.

IMG_9650
A enóloga alemã Dorina Lindemann fez uma explanação sobre o Alentejo e apresentou os vinhos da noite

Quem conduziu a degustação foi a simpática Dorina Lindemman, uma das proprietárias da Quinta da Plansel e enóloga responsável por gerenciar a vinícola – do processo de cultivo à vinificação. De origem alemã, mas de coração e sotaque português, Dorina é famosa mundialmente não apenas pelo seu conhecimento em vinhos, mas, sobretudo, por sua simpatia e didática durante as explanações. Sem dúvidas, a Decanter arrasou com a iniciativa!

IMG_9791
A dama do vinho do Alentejo, sempre simpática, sorri para o Blog Vinho Tinto

Foram cinco os vinhos degustados na noite: Marquês de Montemor branco (R$58,45), Marquês de Montemor tinto (R$58,48), Marquês de Montemor Reserva (R$138), Plansel Selecta Touriga Nacional (R$175), Dorina Lindemmann Limited Edition Tinto 2010 (R$193,40) e Plansel Selecta Grande Escolha (R$303,50)No instagram do blog tem minhas impressões de cada um desses vinhos, ok? (clique aqui para ver). Mas, aqui nesse post, vou falar apenas do vinho que mais me impressionou no evento – o Dorina Lindemann Limited Edition Tinto 2010.

11733319_875533502529126_1729593884_n (1)
Dorina Lindemann Limited Edition 2010 – Destaque da Noite pela mineralidade inusitada e aromas de violeta

Dorina Lindemann Limited Edition – Elaborado 50% com Touriga Nacional e 50% com Touriga Franca, esse vinho me seduziu pela elegância, complexidade, opulência e, sobretudo, pelo toque mineral. Isso mesmo: toque mineral! Encontrei um “quê” de mineralidade nesse vinho que me chamou tanto a atenção, que até perguntei para a Dorina se minhas impressões estavam realmente corretas (A verdade é que não costumo identificar esse “sabor terroso e fresco ao mesmo tempo” em vinhos do Alentejo, algo comum em locais onde o solo é de ardósia). Além disso, o vinho exalava um aroma tão maravilhoso de violeta que me fez lembrar grandes vinhos do Douro. Sem dúvida, o Dorina Lindemann Limited Edition é  um típico alentejano com aquele dulçor característico no final de boca e com o sabor de frutas silvestres maduras, mas tudo muito bem mesclado com uma excelente acidez e com a tal interessante nota mineral.  Resultado: me apaixonei e elegi o Dorina Lindemmann Limited Edition o vinho da noite. Nem mesmo o badalado Plansel Selecta (o top da vinícola feito com uvas colhidas tardiamente) conseguiu me encantar tanto. Como já dito anteriormente, custa R$193,40. Justo pelo que representa porque, sem dúvidas, é feito para ocasiões especiais.

IMG_9657
Nadson Sato e José Filho Anjos – Gerentes da Enoteca Decanter Brasília e responsáveis pelo evento

Nota da editora – Mais uma vez a Decanter se superou servindo vinhos maravilhosos e de forma generosa, oferecendo aos clientes a oportunidade de uma degustação única com a participação de enóloga de renome internacional. Minha única crítica, no entanto, vai para o restaurante do Hotel Base que, infelizmente, não soube aproveitar a oportunidade e prestou serviço muito aquém dos vinhos e da nobre palestrante durante o jantar harmonizado… Uma pena!

Confira mais fotos do evento aqui.

Comentários

comentários

Close