.

Como a modernização do Marco legal das Indicações Geográficas poderá beneficiar os produtores brasileiros? Este será o foco do bate papo entre Kelly Lissandra Bruch, professora e pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Jorge Tonietto, pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, para comemorar o Dia Mundial da Propriedade Intelectual, na próxima segunda-feira, dia 26 de abril. O evento será transmitido das 17h às 18h na canal da Faculdade de Direito da UFRGS no Youtube.

Dia Mundial da Propriedade Intelectual: 26 de abril

Ao longo dos anos, as equipes da UFRGS e da Embrapa estabeleceram uma forte parceria em torno da temática, especialmente no trabalho com o reconhecimento das Indicações Geográficas de Vinhos, que foi o primeiro produto brasileiro a receber o registro, em 2002 . Após quase 20 anos, os profissionais irão apontar novos caminhos e necessidades, que com certeza irão beneficiar os produtores brasileiros.

O dia 26 de abril foi escolhido pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) para celebrar o Dia Internacional da Propriedade Intelectual, buscando determinar o papel que os direitos de propriedade intelectual desempenham em relação ao estímulo da inovação e da criatividade.

Live Dia Mundial da Propriedade Intelectual

O que: Live Como a modernização do Marco legal das IG’s poderá beneficiar os produtores brasileiros?

Participantes: professora e pesquisadora da UFRGS, Kelly Lissandra Bruch e o pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, Jorge Tonietto.

Quando: dia 26 de abril, das 17h às 18h

Link: Canal da Faculdade de Direito da UFRGS

Leia também: O que é a Denominação de Origem dos Vinhos

Close