.

Na próxima semana estarei em Montevidéu, no Uruguai, ocasião em que vou conhecer muitas vinícolas,  comer empanadas, a famosa parrillada e, claro, degustar os maravilhosos tannats da região. Há cerca de um mês resolvi realizar o passeio e já estou satisfeitíssima só de “viajar” nas fotos, informações e depoimentos que encontrei pela internet. Percebi que cada vez mais os brasileiros estão descobrindo o Uruguai e adorando fazer enoturismo por lá! E é pra lá que eu vou também. 🙂

Asamblea-General-de-la-Organización-Internacional-de-la-Viña-y-el-Vino_BMS1-624x351

Organizando a viagem com especialistas

Para organizar meu tour, acessei o site de uma agência de viagens sediada em Montevidéu, especializada em turismo de vinho e gastronomia – a Senderos del Tannat, em português: Caminhos do Tannat. No Trip Advisor há alguns depoimentos de brasileiros e só encontrei boas recomendações, tanto por quem foi em grupo quanto por quem optou por algo mais privativo. Como é a única empresa da cidade com foco exclusivo em enoturismo e enogastronomia, não tive dúvidas em entrar em contato.

logo-senderos-500

Após comunicação via e-mail com Cristian Safie, dono da empresa, ele elaborou um roteiro de três dias, contemplando visita a várias vinícolas de forma mais personalizada, embora ofereçam também tours regulares, de acordo com o interesse do cliente. O que achei interessante e bem positivo é o fato de eles manterem relacionamento com um amplo leque de vinícolas, das mais famosas às mais artesanais, o que vai me possibilitar degustar vinhos dos mais variados estilos. Ah! Restaurantes, winebars e lojas também foram incluídos nos passeios que, claro, depois vou detalhar tudo aqui pra vocês.

A famosa Bouza, uma das vinícolas que serão visitadas durante o tour
A famosa Bouza, uma das vinícolas que serão visitadas durante o tour (Foto: site Bouza)

Hotel Temático

Vou me hospedar no My Suites, o único hotel temático de vinho do Uruguai.  Acho que vai ser o máximo! Além de estar localizado em um dos melhores e mais bem localizados bairros de Montevidéu – Pocitos, o hotel conta com um winebar onde é possível degustar  vinhos das prestigiadas vinícolas locais: Bodega Marichal, Bodegas Castillo Viejo, Estabelecimentos Vitivinícolas Irurtia, Giménez Méndez, Grupo Traversa, Pizzorno, Los Cerros de San Juan, Vinos Finos H. Stagnari y Viña Varela Zarranz. E o melhor: hospédes têm direito a uma , de vinhos todas as noites. Muito legal, né?

mysuites-hotel-montevideo-fachada
My Suites – Único hotel temático de vinhos do Uruguai
mywinebar-mysuites-hotel-montevideo2
Hóspedes do My Suites têm direito à degustação de vinhos uruguaios todas as noites

Sobre os vinhos do Uruguai

Bem, por enquanto, vou dividir com vocês um pouquinho do que aprendi sobre o Uruguai.  Situado na costa oriental da América do Sul, o país é o quarto maior produtor de vinhos do continente. Estão à sua frente a Argentina, o Chile e o Brasil. Com uma população de 3,4 milhões de habitantes e 9 mil hectares de vinha, mais concentradas nos arredores de Montevidéu. O Uruguai já é reconhecido internacionalmente por sua vitivinicultura, que teve início quando o imigrante francês Don Pascual Harriague, no século XIX plantou as primeiras vinhas da uva Tannat, que posteriormente se tornou a uva emblemática do país. Inclusive, a Tannat uruguaia é uma pouco mais delicada que a francesa, cuja tanicidade excessiva chega a causar um pouco de estranheza ao paladar destreinado. Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah são outras tintas que também se adequaram bem  ao clima frio e úmido, ao solo argiloso e calcário de lá. Atualmente, o principal mercado de exportação dos vinhos uruguaios é o Brasil, despertando, claro, os brasileiros para o turismo enogastronômico uruguaio.

page3-img3

Comentários

comentários

Close