.
Miolo

Considerada a maior competição às cegas de vinhos brasileiros disponíveis no mercado, a Grande Prova de Vinhos do Brasil consagrou e reforçou a qualidade dos vinhos Miolo em sua última edição: a vinícola foi a grande campeã do concurso, com seis vinhos premiados com Ouro e cinco campeões nas categorias Tinto Superpremium, Branco Sauvignon Blanc, Rosé, Tinto Outras Castase Branco Riesling.

“Premiações criteriosas como a Grande Prova são a chancela do trabalho que estamos realizando nos últimos anos em melhoria de qualidade e na criação e desenvolvimento de novos vinhos e espumantes nos quatro diferentes terroirs brasileiros em que atuamos”, resume Adriano Miolo, superintendente do grupo.

Lote 43

O principal destaque das conquistas vai para o já reconhecido Miolo Lote 43, que conquistou o Duplo Ouro/Campeão. Cultivado na sede da vinícola, no Vale dos Vinhedos, o vinho é uma homenagem à propriedade adquirida pelo imigrante italiano Giuseppe Miolo, em 1897, quando estabeleceu-se no Sul do País. Produzido a partir de um corte harmônico das uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, envelhecido em barricas de carvalho francês e americano, foi produzido pela primeira vez em 1999. O Miolo Lote 43 possui ainda denominação de origem Vale dos Vinhedos – uma grande conquista da região.

A relação das premiações alcançadas – que pode ser conferida abaixo – destaca ainda a diversidade do portfólio do grupo, marca registrada da vinícola em seus mais de 80 rótulos produzidos atualmente.

Grupo Miolo

Miolo

O Grupo Miolo possui projetos em 4 regiões do Brasil com vinhedos próprios: em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos – Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional – Vinícola Seival (200 hectares); em Santana do Livramento (RS), Campanha Central – Vinícola Almadén (450 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco – Vinícola Terranova (200 hectares).

Comentários

comentários

Close