.

Vinícola espanhola Marqués de Tomares lança vinhos com a chancela da marca cubana de charutos Cohiba e rótulo gravado em ouro 24 quilates

Vinho Cohiba Atmosphere

A tradicional vinícola espanhola Marqués de Tomares, situada em uma das mais famosas e tradicionais regiões vinicolas, a Rioja, acaba de lançar no Brasil os vinhos Cohiba Atmosphere, Reserva 2011 e Gran Reserva 2010.

Em uma edição limitadíssima de 18 mil garrafas do Reserva e 6 mil do Gran Reserva, 300 exemplares vieram ao Brasil. As duas versões do vinho trazem uma estampa na garrafa gravada em ouro 24 quilates.

O Cohiba Atmosphere Reserva 2011 é elaborado com as uvas Tempranillo (80%), Graciano (10%), Mazuelo (7%) e Viura (3%), colhidas à mão. A idade média dos vinhedos é de 60 anos e eles estão em uma altitude de 730 metros. O vinho amadurece durante 18 meses em barricas de carvalho francês e, posteriormente, permanece em adega durante 18 meses antes da comercialização.

O Cohiba Atmosphere Gran Reserva 2010 é elaborado com as uvas: Tempranillo (90%), Graciano (7%) e Viura (3%), colhidas à mão. Amadurece durante 36 meses em barricas de carvalho francês e americano e, posteriormente, descansa por 36 meses em adega antes da comercialização.

Sobre os Cohibas

O nome Cohiba é uma palavra antiga utilizada pelos índios Taínos para as folhas de tabaco enroladas que eles fumavam. Cohiba é, portanto, o primeiro nome do tabaco. A marca foi criada em 1966 e, durante muitos anos, seus produtos foram destinados unicamente para presentear grandes personalidades governamentais, nacionais ou estrangeiras, e também para o presidente Fidel Castro.

Desde 1982 os charutos Cohiba estão disponíveis em vários países do mundo, em quantidades limitadas, e são apreciados pelos degustadores mais exigentes. Todos os produtos que não são tabaco levam a licença Cohiba Atmosphere. Os vinhos do produtor espanhol são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

Comentários

comentários

Close