.

 

14064120_10154496108506474_3831791982641502419_n
Ombú Petit Verdot: medalha de Gran ouro na competição VinoSub30 Uruguai 2016 Foto: Facebook Fabiana Bracco

Elaborado minucionamente pelas famílias uruguaias Bracco e Bosca, os vinhos Ombú são cultivados em um microterroir, na região do Rio Del Plata. O Ombú Petit Verdot, conquistou recentemente a medalha de gran ouro na competição VinoSub30 Uruguay 2016. O concurso, realizado em Punta del Leste, no Uruguai, avaliou com o auxílio de um júri jovem, formado por pessoas com menos de 30 anos,  os melhores vinhos produzidos no país de colheita recente.

Minha Avaliação

Quando visitei o Uruguai, em agosto de 2016, por várias ocasiões tive a oportunidade de degustar o Ombú Petit Verdot (winebars, restaurantes e lojas de vinho), sempre oferecido pelos sommeliers como um Petit Verdot diferenciado. E, é verdade, apesar de ser um vinho jovem, tem boa persistência, nariz e aromas interessantes. Amora, Morango e Ameixa maduras, leves toques de couro e especiarias. Um outro destaque é que, apesar da passagem por barricas (mesmo usadas), a fruta é a maior estrela do vinho. Fica perfeito com embutidos, massas e carnes vermelhas.

unnamed-1
Ombú Petit Verdot sempre muito elogiado por sommeliers uruguaios

Ombú no Brasil

A partir deste mês, a Domno Importadora começou a trazer para o Brasil os vinhos da série Ombú, produzidos pela Bracco Bosca, uma das mais emblemáticas vinícolas do Uruguai. Fundada em 2005, a vinícola familiar está localizada a 8 km de distância do litoral uruguaio e é conhecida pelos seus já clássicos exemplares de Tannat. Seis diferentes versões chegam por aqui: Tannat Reserve, Tannat, Syrah Reserve, Sauvignon Blanc, Tannat Syrah e Petit Verdot Reserve. (O preço varia entre R$92 e R$142 conforme o rótulo)

Ombú: homenagem à árvore nativa

A linha Ombú foi criada por Fabiana Bracco, uma das herdeiras da vinícola e que dediciu lançar a sua própria linha de vinhos. O nome do vinho é uma homenagem à árvore Ombú, nativa na região do Uruguai e que também está presente na região da vinícola. Segundo uma história local, os antigos proprietários das terras da vinícola tinham o costume de guardar suas riquezas sob a árvore Ombú. Com o passar dos anos, a árvore acabou sendo atingida por um raio e perdeu suas folhas. Com o surgimento da vinícola, a árvore ganhou vida novamente, trazendo um significado para a Bracco Bosca de que seus vinhedos são a sua maior riqueza.

 

Sobre a Domno

Localizada na cidade de Garibaldi (RS), a empresa faz parte do grupo Famiglia Valduga. É elaboradora de espumantes Ponto Nero e Ponto Nero Celebration, já reconhecidos pelo consumidor por sua qualidade e elegância, e importadora de vinhos finos, trazendo com exclusividade para o Brasil conceituados rótulos de diferentes nacionalidades. Integram seu portfólio de importados as vinícolas argentinas Bodega Vistalba e Bodega Argento; as marcas Yali e Kalfu da Viña Ventisquero e Maquis do Chile; o grupo Enoport, de Portugal; Antoine Moueix, da França; Tinedo, Frontaura y Victoria e Nexus, da Espanha, Renwood dos Estados Unidos e as vinícolas Baglio di Pianetto, Dievole, Pietro Rinaldi, Principe Corsini, Podere Brizio, Varvaglione Vigne & Vini, Mastrojanni e Monte del Frá, da Itália. Mais informações: www.domno.com.br ou Facebook.com/domno.brasil.

logo-senderos-500
Quer uma experiência enogastronômica inesquecível no Uruguai. Acesse: www.senderosdeltannat.com

 

Comentários

comentários

Close