.
O Vale do Maipo no Chile
Vale do Maipo no Chile

Ao fim deste primeiro semestre de 2019, o Chile foi responsável por 40% das importações no Brasil. Em comparação com o mesmo período de 2018, houve uma alta de 1,2%, o que representa um acréscimo de US$770.000,00 totalizando US$63 milhões em importações brasileiras.

O Ministério da Economia , por meio da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) reporta que apenas o Chile e a França, entre os principais exportadores de vinhos no Brasil, conseguiram aumentar suas vendas. O crescimento francês percentualmente foi maior. 5% a mais que em 2018, mas o total de vendas totaliza US$ 17 milhões.

A Argentina, segunda maior exportadora de vinhos para o Brasil, comercializou US$ 23 milhões (queda de 9,3% e participação de 15%);
Portugal, US$ 22 milhões (queda de 17,2% e participação de 14%);
Itália, com US$ 17 milhões (queda de 9,6% e participação de 11%) e Espanha, com US$11 milhões em 2018 para US$ 8,8 milhões, queda vertiginosa de 25,43% e participação que era de 7% agora correspondem a 5,6% das compras totais realizadas pelo Brasil.

De acordo com  auditoria de importação, realizada pela Ideal Consulting, o mercado brasileiro de consumo de vinhos reúne 15 grandes países produtores tendo o Chile na liderança de mercado.

São eles: 1) Chile, 2) Portugal, 3) Argentina, 4) Itália, 5) Espanha, 6) França, 7) Uruguai, 8) EUA, 9) África do Sul, 10) Austrália, 11) Alemanha, 12) Nova Zelândia, 13) Hungria, 14) Israel e 15) Líbano.

Qualidade e custo beneficio

Na opinião de Angelica Valenzuela, Gerente Comercial da Wines of Chile, “é uma honra continuar liderando o mercado no Brasil. Nosso grande objetivo deste ano será o de aumentar a percepção dos vinhos chilenos no Brasil a uma categoria premium, associada à qualidade, diversidade, inovação e sustentabilidade junto a um público de enófilos, millennials e novos consumidores da bebida”.

O Chile tem uma posição privilegiada no Brasil. Os vinhos chilenos lideram o ranking de vinhos importados no Brasil há mais de 10 anos. O nosso objetivo é crescer 10% ao ano no mercado brasileiro por meio de investimentos continuados no segmento do trade, capacitação de profissionais e comunicação com o consumidor. Para isso aumentamos em 100% os investimentos para 2019.

Angelica Valenzuela
Wines of Chile

A Wines of Chile foi criada com o nome de Associação de Vinhos do Chile, em abril de 2007, com o propósito de unificar os esforços da indústria chilena de vitivinicultura. A entidade reúne 74 produtores, que abrangem as diversas regiões vinícolas e é presidida por Mario Pablo Silva.

Comentários

comentários

Close