.
IMG_0973
Enoteca Decanter de Brasília promove degustação especial de vinhos italianos

Quem quer aprender na prática as diferenças existentes entre vinhos produzidos em variadas regiões de um mesmo país, não pode perder a oportunidade de participar de degustações temáticas promovidas frequentemente por boas lojas de vinhos para divulgar seus rótulos. Caso, por exemplo, do Wine Tasting – Seleção Especial Itália – realizado pela Enoteca Decanter de Brasília no último dia 1º de agosto. Por apenas R$50,00, quem foi (eu, inclusive!) pôde degustar 50 ml de oito vinhos (entre R$94 e R$367)  provenientes do Vêneto, Trentino, Toscana, Piemonte e Sardenha. Sem dúvida, ótima oportunidade de aprendizado e também de descontração pois, em eventos assim, a gente costuma encontrar muita gente interessante para fazer novas amizades.

Degustações de vinhos - oportunidade de aprendizado e de fazer novos amigos
Degustações de vinhos – oportunidade de aprendizado e de fazer novos amigos

Vinhos degustados – Quem participou do evento pôde apreciar os seguintes vinhos: Ferrari Maximum Rosé (R$243,50), Prosseco Extra Dry Dedin (95,95), Vermentino Occhi A Vento Rocca Delle Maccie 2013 (94,40), Pio Cesare Barbera d’Alba 2011 (186,70), Pio Cesare Il Nebbio Langhe 2013 (183,35), Dettori Tuderi Romangia 2007 (R$203,60), Chianti Classico Cellole Gran Selezione 2010 (R$245,85) e Brunello di Montalcino Caprilli 2008 (R$367,15). Vou falar de alguns que me chamaram à atenção. Confira abaixo:

IMG_0956
Vinhos de diferentes regiões vinícolas da Itália puderam ser degustado no Wine Tasting Decanter

Sobre o Ferrari Maximum Rosé –  Esse espumante é produzido por uma vinícola com tradição de mais de 100 anos (Cantina Ferrari). Na verdade, ele é feito em Trentino no Norte da Itália usando o mesmo método de Champagne, isto écom a segunda fermentação na garrafa. Apesar de a vinícola ter vários tipos de espumantes, o Maximum Rosé, para mim, é o melhor deles – Inclusive já havia falado isso aqui no blog (relembre). Ele  é intenso, fresco e possui uma agradável mistura de frutas vermelhas com brioche.  O interessante desse espumante também é o misto da cremosidade e mineralidade que apresenta. O preço (infelizmente…) também é de champanhe (R$243,50), mas o padrão é compatível, sem dúvidas.

FullSizeRender (4)

Sobre os Pio Cesare – Os vinhos da Pio Cesare geralmente agradam muito. Inclusive, durante a degustação percebi que muitas pessoas elogiaram muitíssimo o Barbera d’Alba 2011 – vinho extremamente elegante, frutado (muitas frutas vermelhas!!!), fresco e muito persistente. No entanto, eu esperava um pouco mais do Il Nebbio  2013 produzido 100% com Nebbiolo. Amo os vinhos do Piemonte e acreditei que iria encontrar mais nariz e corpo nesse exemplar. Talvez minhas expectativas foram elevadas demais e, por isso, tenha me frustado um pouco.

FullSizeRender (3)
Barbera d’Alba – Um dos mais comentados na degustação

Surpresa da Sardenha – A grande surpresa pra mim, no entanto, foi o Tuderi 2007 – “o vinho da Sardenha”. Experimentei esse vinho sem saber que era feito de Cannonao, a mesma Garnacha. Quando descobri, entendi o porquê de tanta complexidade aos sete anos de idade. Para mim um vinho interessantíssimo, não apenas por ser orgânico e não-filtrado, mas principalmente por contar com intensas notas animais sobrepondo intensamente seus aromas frutados originais. Detalhe, inclusive, que desagrada alguns, mas que para mim é prova cabal do que a Grenache é capaz de proporcionar em termos de evolução. Sem dúvidas, um vinhaço!

FullSizeRender
Vinho da Sardenha – Um vinhaço com a Cannonao

Brunello de Montalcino – Esse Brunello da Caprili  mostrou em boca que ainda tem muito tempo de vida com tanino e acidez apresentando sinais de sintonia perfeita. Elegante, persistente, equlibrado, com ótima acidez e com muitas notas de frutas vermelhas e leves toques tostados. Enfim…um Brunello de Montalcino em sua plenitude.

FullSizeRender (2)
Brunello…Ah! um Brunello…

Sobre a Decanter – Fundada em Blumenau, em 1997, a Decanter tornou-se uma das maiores e mais destacadas importadoras do Brasil. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento, nos últimos 16 anos. A esmerada Seleção de Vinhos Decanter, no entanto, é o que dá corpo à empresa. A conhecida “Melhor Seleção” alavanca o crescimento e as ações da Decanter, que hoje tem mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter localizadas em diversas cidades brasileiras. Em Brasília, a Decanter está localizada na 208 Sul, bloco A.

IMG_1027

Confira abaixo mais fotos do evento

IMG_1007

IMG_0997

IMG_1008

IMG_1014

IMG_1017

IMG_0977

IMG_1019

IMG_1021

IMG_1023

IMG_1025

IMG_0987

 

Comentários

comentários

Close