.

 

Aromas do Vinho

É possível encontrar em algumas Cartas de Vinho a descrição das características de alguns vinhos, por exemplo: “Fuerden Syrah 2006 – Notas de frutas negras, em especial amoras. Com leves toques de especiarias e pimenta negra”. Entretanto isso não quer dizer que
foram acrescidas amoras e muito menos especiarias e pimenta ao vinho!

Aromas de cada uva

Essas notas, na verdade, são provenientes de substâncias químicas que se desprendem do vinho. São substâncias muito semelhantes a produtos naturais como frutas, flores, vegetais etc., e essa análise sensorial pode variar de pessoa para pessoa, pois depende da memória olfativa e gustativa de cada um. Mas, o mais importante é saber que não se trata de “frescura de bebedor de vinho”. Trata-se, pois de uma tarefa muito interessante, que só requer do apreciador da bebida um pouco mais de atenção e concentração. Mesmo não sendo um(a) estudioso(a), qualquer pessoa que experimenta um vinho é capaz de perceber algum tipo de cheiro ou sabor mais característico.

Roda dos Aromas

Existem algumas categorias nas quais esses aromas estão divididos, que normalmente são classificados. Não se espante se encontrar
algum desses descritores nas cartas de vinho:
– frutados (frutas cítricas, frutas maduras, frutas secas, frutas
vermelhas, frutas negras, frutas em compota)
– Vegetais (frescos, cozidos, apimentados)
– Terrosos (fungos, terra)
– Químicos (petróleo, acetona)
– Animais (couro)
– Especiarias (anis, cravo, noz-moscada)
– Florais (flores brancas, violetas, rosas)
– Microbiológicos (leveduras, láticos)
Além desses aromas, há também aqueles decorrentes de estágios em barricas de carvalho, como café, baunilha, madeira, caramelo, mel e manteiga.

De modo geral, os aromas estão divididos em primários, secundários e terciários – Sendo o primários originais da uva, os secundários decorrentes do processo de vinificação e os terciários resultado do estágio em barrica e envelhecimento em garrafa.

Nariz do Vinho

Le Nez du Vin

Uma forma bem interessante de treinar o o olfato é com o auxílio do Nariz do Vinho (Le Nez du Vin) – trata-se de um kit de 54 aromas que representam cinco grupos de aromas: Frutas, Florais, Vegetais, Animais e Grelhado que foi idealizado pelo francês Jean Lenoir para ajudar a desenvolver a memória olfativa. O Kit é muito bom e ajuda muuuuuito de verdade. O único problema é o preço. O meu veio direto da França e custou  300 euros na FNAC de Paris. Nesse site você encontra para comprar: http://www.aromes-de-vin.com/. No Brasil você encontra outras versões do Le Nez du Vin que podem ajudar bastante também http://aromasdovinho.com.br/produtos.html

Comentários

comentários

Close