.

Semana passada tive uma grata surpresa ao receber da equipe da Qualimpor Importadora um exemplar do alentejano Monte Velho tinto 2015 para avaliar. 2015  representa uma colheita especial, em comemoração aos 25 anos de sua primeira safra. E tanto os rótulos do branco e do tinto dessa colheita estampam em seus rótulos as típicas Mantas de Monsaraz, em celebração à cultura alentejana.

Tanto o Monte Velho Tinto como o Branco da safra especial 2015 possuem em seu rótulo representação das tipicas Mantas de Monsaraz, em celebração à cultura alentejana.
Tanto o Monte Velho Tinto como o Branco da safra especial 2015 possuem em seu rótulo representação das tipicas Mantas de Monsaraz, em celebração à cultura alentejana. Fotos: Qualimpor

Eu já escrevi sobre o Monte Velho aqui no blog e, de uma coisa tenho certeza: sempre que me pedem opinião de um bom vinho de ótimo custo x benefício não tenho medo de falar: “Monte Velho, da Herdade do Esporão”. É um alentejano bem típico, basicamente elaborado com as castas AragonezTrincadeira e Touriga Nacional, e simples, o que o torna muito fácil de agradar “iniciantes” e “iniciados” com seus aromas e sabores de frutas negras maduras e leves toques vegetais. Além disso, também o considero perfeito para harmonização.

Monte Velho 2015 Tinto

monte-velho-tinto-2015
Monte Velho 2015: 25 anos de história

 

Bem, mas vamos ao Monte Velho 2015. Este  vinho, além das famosas Aragonez, Trincadeira e Touriga Nacional também tem  Syrah no corte, o que o leva a tornar-se um misto de especiarias (inclusive pimentas negras) às frutas negras maduras. É bem fresco, os taninos pouco são notados e tem boa presença em boca. A persistência é media e, como já disse, bem gastronômico.

Tanto o tinto como o branco são bemfáceis de serem encontrados no Brasil, inclusive em supermercardos. Atualmente, o preço gira em torno de R$69. (Se não fossem tantos impostos no Brasil, esse valor poderia ser menor, claro! Mas, enfim…) Como é um vinho de consumo rápido, o melhor não é esperar muito para degustá-lo, embora o produtor afirme que se corretamente acondicionado dure quarto anos em garrafa.

Mantas Alentejanas

Mantas Alentejanas, que inspiraram os rótulos desta safra, representam uma tradição de longos séculos no Alentejo
As Mantas Alentejanas, que inspiraram os rótulos desta safra, representam uma tradição de longos séculos no Alentejo. Fotos: Qualimpor

As Mantas Alentejanas, que inspiraram os rótulos desta safra, representam uma tradição de longos séculos no Alentejo, sendo consideradas uma arte centenária ligada à identidade da região. Inicialmente usadas pelos pastores nas épocas de maior frio, com o passar dos anos tornaram-se um símbolo da tapeçaria da região. Como homenagem a este patrimônio cultural, o Esporão juntou à mesa o vinho e as mantas!

 

Filosofia

Criados em 1990, os vinhos Monte Velho sempre tiveram como filosofia chegar a mais pessoas e transformar o consumo diário numa experiência renovada ano após ano. Ao seguir a tradição alentejana e sua diversidade de castas e técnicas de vinificação, estes vinhos revelam o caráter típico da região onde nascem: aromas ricos, paladar suave e harmonização com diferentes tipos de culinária.

Produzidos sob supervisão do premiado enólogo do Esporão, o australiano David Baverstock, são vinhos que resultam da conjugação da natureza e da tradição vitivinícola, aliadas ao know-how e à inovação, pontos característicos da vinícola Herdade do Esporão.

 

 

Comentários

comentários

Close